Próximos Encontros Científicos
,
,
,
,
,
Próximos Cursos Intensivos
Consumo Alimentar no Porto
Consumo Alimentar no Porto
Observatório Nacional das Doenças Reumáticas
ONDOR - Observatório Nacional das Doenças Reumáticas
EYE - European Young Epidemiologists
EYE - European Young Epidemiologists
ISPUP
ISPUP
ASPHER
ASPHER
Eurhobop
Eurhobop
Investigação
Projectos Terminados
Compreender a dinâmica da gordura corporal na infância - o efeito mediador dos padrões e comportamentos alimentares
Instituição Financiadora: FCT - Fundação para a Ciência e a Tecnologia
Ref:FCT/PTDC/SAU-EPI/121532/2010
Investigador Principal: Andreia Oliveira
Instituições Participantes: Instituto de Saúde Pública da Universidade do Porto (ISP/UP); Unidade de Investigação e Desenvolvimento Cardiovascular (UIDC/FM/UP); Centro de Investigação em Actividade Física, Saúde e Lazer (CIAFEL/FADE/UP); Faculdade de Medicina da Universidade do Porto (FM/UP);
Data de início: 2013-05-01
Data de fim: 2015-04-30
Resumo:
A obesidade resulta de uma complexidade de interacções entre factores genéticos, comportamentais e sociais [1]. Apesar de a
obesidade ter vindo a ser descrita como um simples estado de desequilíbrio entre a ingestão e o dispêndio energéticos, existem
mecanismos relacionados com o apetite e a saciedade que podem exercer a sua influência e regular o peso corporal a longo-prazo
[2]. Uma avaliação precoce das características comportamentais que conferem uma maior susceptibilidade face a um ambiente
obesogénico pode ser importante para identificar crianças com características promotoras do apetite, que apresentarão uma maior
probabilidade de desenvolver obesidade no futuro [3-6].
Este projecto, usando uma metodologia de natureza longitudinal, permitirá melhor compreender a influência de várias dimensões
relacionadas com a alimentação (padrões de consumo, comportamentos alimentares, práticas de alimentação promovidas pelos pais)
nos factores relacionados com o apetite e na gordura corporal de crianças, sob uma perspectiva de abordagem ao longo da vida.
Apesar de já alguns estudos terem sido desenvolvidos sob esta temática, a maioria deles aborda cada uma das dimensões
individualmente e sem interligação entre elas e a maioria assume um desenho de natureza transversal.
Este projecto propõe-se a re-avaliar crianças da coorte de nascimento Geração XXI, que incluiu prospectivamente mães e crianças
desde o seu nascimento (8666 crianças e respectivas mães foram recrutadas durante 2005-2006 em cinco maternidades de nível III
do Porto) e que foram re-avaliadas aos 4 anos de idade. Uma re-avaliação destas crianças aos 7 anos de idade vai permitir
compreender como é que os hábitos alimentares se alteram entre a idade pré-escolar e a idade escolar e qual a sua influência na
dinâmica da gordura corporal na infância. Este projecto apresenta 5 objectivos específicos: i) definir padrões alimentares em dois
momentos no tempo (4 e 7 anos de idade), avaliar a sua estabilidade temporal e os seus determinantes precoces (ex. peso ao
nascimento, aleitamento materno, índice de massa corporal da mãe); ii) avaliar se os padrões de consumo (padrões alimentares e a
estrutura das refeições) aos 4 anos de idade se associam com comportamentos alimentares relacionados com o apetite aos 7 anos de
idade; iii) perceber o efeito de determinadas práticas de alimentação promovidas pelos pais (nomeadamente um maior controlo dos
pais sobre a alimentação dos seus filhos) aos 4 anos nos comportamentos alimentares das crianças aos 7 anos de idade; iv) estimar o
efeito conjunto de padrões alimentares e de actividade física, estabelecidos aos 4 anos de idade, na gordura corporal e em factores
metabólicos como a insulina, a leptina e os lipídeos sanguíneos aos 7 anos de idade; v) avaliar os determinantes neo-natais (ex.
leptina medida no sangue do cordão umbilical) de sinalizadores de adiposidade (leptina e insulina) e da gordura corporal aos 7 anos
de idade.
Esperamos re-avaliar um conjunto de crianças com informação simultânea para diários alimentares e composição corporal (n=3000).
A existência de avaliações prévias destas crianças traz um contributo importante a este projecto, assegurando a comparabilidade da
informação e a possibilidade de realizar análises longitudinais. Diferentes dimensões dos hábitos alimentares vão ser abordadas: i)
padrões alimentares (definidos por análise factorial ou análise clássica de latentes); ii) estrutura das refeições (número e intervalo
entre as refeições e consumo de snacks); iii) comportamentos alimentares das crianças (avaliados por 5 sub-escalas do Children’s
Eating Behavior Questionnaire, desenhado para captar características relacionadas com o apetite, previamente validado e adaptado a
crianças Portuguesas). Parâmetros como o peso corporal, a estatura, o perímetro da cintura e a composição corporal (massa gorda e
massa livre de gordura, obtidas por bio-impedância tetrapolar) irão igualmente ser avaliados aos 7 anos de idade. Uma amostra de
sangue venoso em jejum será colhida às crianças, das quais se obtiver consentimento dos pais, para doseamento de glicose, insulina,
leptina e lipídeos sanguíneos.
O cumprimento dos objectivos propostos é suportado por uma equipa de investigadores com conhecimento prévio do tópico em
estudo e com larga experiência em metodologias de avaliação de estudos de coortes populacionais. O projecto pretende ainda
suportar a formação de recursos humanos em aspectos técnicos e científicos e o desenvolvimento de teses de pós-graduação,
publicação de artigos científicos e a apresentação dos resultados finais em congressos nacionais e internacionais para a comunidade
científica, bem como para o público em geral através da imprensa. Este projecto permitirá também um intercâmbio de conhecimentos
com consultores externos, reconhecidos como especialistas nesta área de investigação, inclusivamente envolvidos na rede europeia
de coortes de nascimento.




Voltar
Utilizador

Password